aprenda inglês com vídeos

1   2   3   4   5

WHY ELEPHANTS NEVER FORGET?

1 - It's a common saying that elephants never forget, but these magnificent animals are more than giant walking hard drives.

2 - The more we learn about elephants, the more it appears that their impressive memory is only one aspect of an incredible intelligence that makes them some of the most social, creative and benevolent creatures on Earth.

3 - Unlike many proverbs, the one about elephant memory is scientifically accurate. Elephants know every member in their herd, able to recognize as many as 30 companions by sight or smell.

4 - This is a great help when migrating or encountering other potentially hostile elephants. They also remember and distinguish particular cues that signal danger and can recall important locations long after their last visit.

5 - But it's the memories unrelated to survival that are the most fascinating.Elephants remember not only their herd companions but other creatures who have made a strong impression on them.

6 - In one case, two circus elephants that had briefly performed together rejoiced when crossing paths 23 years later.

7 - This recognition isn't limited to others of their species. Elephants have also recognized humans they've bonded with after decades apart.

8 - All of this shows that elephant memory goes beyond responses to stimuli. Looking inside their heads, we can see why.

9 - The elephant boasts the largest brain of any land mammal, as well as an impressive encephalization quotient. This is the size of the brain relative to what we'd expect for an animal's body size, and the elephants EQ is nearly as high as a chimpanzee's.

10 - And despite the distant relation, convergent evolution has made it remarkably similar to the human brain, with as many neurons and synapses and a highly developed hippocampus and cerebral cortex. 

11 - It is the hippocampus strongly associated with emotion that aides recollection by encoding important experiences into long-term memories.

12 - The ability to distinguish this importance makes elephant memory a complex and adaptable faculty beyond rote memorization.

13 - It's what allows elephants who survived a drought in their youth to recognize its warning signs in adulthood, which is why clans with older matriarchs have higher survival rates. Unfortunately, it's also what makes elephants one of the few non-human animals to suffer from post-traumatic stress disorder.

14 - The cerebral cortex, on the other hand, enables problem solving, which elephants display in many creative ways. They also tackle problems cooperatively, sometimes even outwitting the researchers and manipulating their partners.

15 - And they've grasped basic arithmetic, keeping track of the relative amounts of fruit in two baskets after multiple changes.

16 - The rare combination of memory and problem solving can  explain some of elephant's most clever behaviors,but it doesn't explain some of the things we're just beginning to learn about their mental lives.

17 - Elephants communicate using everything from body signals and vocalizations, to infrared rumbles that can be heard kilometers away. And their understanding of syntax suggests they have their own language and grammar.

18 - This sense of language may even go beyond simple communication. Elephants create art by carefully choosing and combining different colors and elements. They can also recognize twelve distinct tones of music and recreate melodies.

19 - And yes, there is an elephant band. But perhaps the most amazing thing about elephants is a capacity even more important than cleverness: their sense of empathy, altruism and justice.

20 - Elephants are the only non-human animals to mourn their dead, performing burial rituals and returning to visit graves. They have shown concern for other species, as well.

21 - One working elephant refused to set a log down into a hole where a dog was sleeping, while elephants encountering injured humans have sometimes stood guard and gently comforted them with their trunk.

22 - On the other hand, elephant attacks on human villages have usually occurred right after massive poachings or callings, suggesting deliberate revenge.

23 - When we consider all this evidence, along with the fact that elephants are one of the few species who can recognize themselves in a mirror, it's hard to escape the conclusion that they are conscious, intelligent and emotional beings.

24 - Unfortunately, humanity's treatment of elephants does not reflect this, as they continue to suffer from habitat destruction in Asia, ivory poaching in Africa, and mistreatment in captivity worldwide.

25 - Given when we now know about elephants and what they continue to teach us about animal intelligence, it is more important than ever to ensure that what the English poet John Donne described as "nature's great masterpiece," does not vanish from the world's canvas.

POR QUE OS ELEFANTES NUNCA ESQUECEM?

1 - Um conhecido ditado afirma que um elefante nunca esquece. Mas esses incríveis animais são mais que discos rígidos gigantes e ambulantes.

2 - Quanto mais aprendemos sobre eles, mais descobrimos que sua impressionante memória é só um dos aspectos de sua inacreditável inteligência, que faz deles uma das criaturas mais sociais, criativas e bondosas da Terra.

3 - Ao contrário de muitos provérbios, o que trata dos elefantes é cientificamente comprovado. Elefantes conhecem cada membro de sua manada, são capazes de reconhecer pelo menos trinta dos seus pela visão ou cheiro.

4 - Isso é muito útil quando migram ou encontram outros elefantes que podem ser hostis. Também se lembram e identificam sinais potenciais de perigo e podem lembrar de lugares em que estiveram há muito tempo atrás.

5 - Mas são as memórias não relacionadas a sobrevivência, as mais fascinantes. Eles se lembram não apenas de seus companheiros de manada mas também de outras criaturas que lhes tenham causado uma forte impressão.

6 - Dois elefantes que se apresentaram juntos por pouco tempo e um circo demonstraram grande alegria quando se encontraram 23 anos depois.

7 - Esse reconhecimento não é limitado aos de sua espécie. Eles reconheceram humanos de quem foram próximos, depois de décadas de separação.

8 - Tudo isso mostra que a memória deles é mais que a resposta a um estímulo. Olhando dentro de suas cabeças podemos ver o porquê.

9 - Elefantes têm o maior cérebro entre os mamíferos terrestres, e um impressionante quociente de encefalização, que é a relação entre o tamanho do cérebro e o que é esperado para animais de certo porte, e os elefantes têm um QE quase tão alto quanto o dos chimpanzés.

10 - E apesar da relação distante, a evolução convergente o tornou muito semelhante ao cérebro humano, com a mesma quantidade de neurônios e sinapses hipocampo e córtex cerebral altamente desenvolvidos.

11 - É o hipocampo, fortemente associado às emoções que ajuda a lembrança codificando experiências importantes em memórias de longo prazo.

12 - A habilidade de distinguir essa diferença faz da memória dos elefantes uma faculdade complexa e adaptável muito além da memorização.

13 - Permite que elefantes que quando jovens sobreviveram a uma seca reconheçam os sinais de alerta quando adultos, fazendo que clãs com velhas matriarcas tenham taxas de sobrevivência mais altas. Infelizmente, isto torna os elefantes um dos poucos seres não humanos a sofrer com stress pós-traumático.

14 - Por outro lado, o córtex cerebral é capaz de resolver problemas, o que os elefantes demonstram de várias maneiras criativas. Também trabalham juntos para a solução de problemas, até mesmo enganando pesquisadores e manipulando seus parceiros.

15 - Dominam a aritmética básica, mantendo o controle das quantidades de frutas em duas cestas após várias mudanças.

16 - A combinação de memória e capacidade de solução de problemas pode explicar um de seus mais inteligentes comportamentos, mas não explica coisas que estamos começando a aprender sobre suas mentes.

17 - Eles se comunicam utilizando desde sinais corporais e sons vocais, até ruídos infravermelhos, audíveis a quilômetros de distância. Sua compreensão de sintaxe sugere que usam linguagem e gramática próprias.

18 - Essa linguagem pode ir além da simples comunicação. Eles criam arte escolhendo e combinando cuidadosamente várias cores e elementos. Eles também reconhecem doze tons musicais e recriam melodias.

19 - E sim, existe uma banda formada por elefantes. Mas talvez o mais fascinante sobre os elefantes seja uma capacidade ainda mais importante que inteligência: seu senso de empatia, altruísmo e justiça.

20 - São os únicos não humanos que choram seus mortos, fazendo rituais funerários e voltando para visitar cemitérios. Têm demonstrado também preocupação por outras espécies.

21 - Um elefante negou-se a cumprir a tarefa de por um tronco em um buraco onde um cachorro dormia, enquanto elefantes que encontraram humanos feridos mantiveram guarda e carinhosamente os confortaram com suas trombas.

22 - Por outro lado, é comum que ataquem vilas depois de sofrerem caçadas ou matanças sugerindo vinganças deliberadas.

23 - Consideradas todas essas evidências, junto com o fato de que eles são uma das poucas espécies que se reconhecem em um espelho, é difícil não concluir que são seres conscientes, inteligentes e emocionais.

24 - Infelizmente, não os tratamos como tal, já que eles continuam sofrendo com a destruição de seu habitat na Ásia, a caça predatória pelo marfim na África e maus tratos em cativeiros no mundo todo.

25 - Dado o que sabemos sobre eles e o que continuam a nos ensinar sobre a inteligência dos animais, é mais importante que nunca assegurarmos o que o poeta inglês John Donne descreveu como "a maior obra de arte da natureza", não desapareça das telas do mundo.

MAIS VÍDEOS EM INGLÊS